Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Bazinga!

Aviso prévio ao leitor: se não quer se encher das minhas críticas ao País que você (talvez) tanto ame, nem perca seu tempo lendo este texto! Grata, Ninna Meminger. 
Agora, vamos ao que me interessa!
 Caro leitor, estive acompanhando os jornais esta semana e está quase que gritando aos nossos ouvidos e saltando aos nossos olhos as polêmicas notícias sobre as redações do Enem 2012. Tamanha palhaçada! Isto porque, após a polêmica de 2011, o Inep deu um parecer judicial de que iria modificar o método utilizado na correção. (Perdoem-me pela tautologia acima, mas foi inevitável "gritar aos ouvidos").   Okay, serei mais amena desta vez porque temos conhecimento de que o grande problema do Enem é o seu gigantismo. São milhões de pessoas e milhões de redações para corrigir e, infelizmente, estamos em fase de teste. Mas, pelo lado dos alunos, não podemos correr certos riscos e dar nota 500 a alguém que escreve receita de macarrão instantâneo na redação! Poxa vida, fazemos tamanho pap…

Escrever [2]

"Escrever é esvaziar-se, completar-se e expandir-se. Dar liberdade à imaginação, trabalho aos dedos e paz ao coração. É deixar que lágrimas e sentimentos virem palavras." - Ninna Meminger.

Ao infinito e além... mais além.

Passei a madrugada pensando em como será minha vida, como estarei na carreira jurídica e na questão familiar. Cheguei à conclusão de que seria mais fácil se a vida viesse com Manual de Instruções e nele, uma prévia do nosso futuro. Desta forma eu sofreria menos de ansiedade e já saberia onde ir e por quê lutar.
 Mas, infeliz ou felizmente não vem e temos de nos virar. Morrer de ansiedade quando estamos de tpm, chorar horas sem fim por estarmos carentes e não saber quem é "O" cara certo e nem quando ele vai chegar. Ou talvez seria mais fácil escolher nossa profissão, vocação, dom ou o que for. Dizem que se a vida fosse fácil, não teria graça e começo a concordar, apesar de sempre estar aflita por não saber do futuro.
 Quando criança, tinha uma lista enooooorme de desejos/metas a cumprir: entrar para a faculdade pública, ser médica, me casar, ter filhos e ser muito rica para ajudar às pessoas. É, o mundo dá voltas e muitas vezes algumas coisas não saem como queríamos. Entrei,…

"Não existem distâncias no meu novo mundo".

Ontem o Brasil acordou de luto pela perda do poeta e músico Alexandre Magno Abrão, conhecido como Chorão e vocalista da banda Charlie Brown Junior. E, parafraseando Renato Russo: "os bons morrem cedo!".  Fiz questão de fazer este post, mesmo que um pouco atrasado, porque eu admiro demais o trabalho da banda e, principalmente, admirei demais o trabalho dele. Suas letras mostravam que ele era uma pessoa a frente do que a crítica sempre o taxou: "revoltado". Não, Chorão era muito mais que isso! Foi um cara cabeça, humilde, simples, realmente não tinha papas na língua e não levava desaforo para casa. Aprendi demais com suas letras e com a história da banda.  Vá em paz, Chorão! Que suas músicas sejam lembradas por todos pois você marcou uma geração (a minha) desde a infância e sua trajetória nos ensinou muitas coisas boas. Continuarei admirando suas letras e músicas. Fará muita falta, cara! R.I.P Chorão! #luto #triste #R.I.P #Chorão :'(
Fica aqui a nova música del…